Realizar um casamento durante a pandemia pode parecer um pouco assustador para alguns noivos, porém para Letícia e Emanuel a história foi bem diferente. O casal se conheceu na igreja e foi amor a primeira vista, conta Letícia emocionada. 

Inicialmente, logo que se conheceram não houve muita atenção dele por ela, pois era mais nova. Entretanto, um tempo se passou e eles começaram a estudar juntos tornando-se melhores amigos. Desta forma, eles estavam sempre juntos, um cuidando do outro. Depois de uma amizade profunda, em meio a uma viagem de jovens, ele se declarou para ela. Ambos eram jovens, pois este dia era véspera do aniversário de 18 anos do Emanuel.  Após três anos de namoro eles decidiram que estava na hora do casamento.

O plano inicial

Assim, com a  decisão veio a loucura do planejamento do casamento com a escolha dos  fornecedores que iriam fazer parte deste dia tão especial. Então, naqueles dias estava acontecendo a nossa Feira Bem Casados (que alegria a minha contar esta história aqui) e eles decidiram visitar. Logo de cara, ficaram encantados com tantas propostas e fornecedores diferentes, cada um com seu jeito e propósito.

De antemão, Letícia relata que sempre foi apaixonada pelo trabalho do fotógrafo Júnior Alm e que quando descobriu que ele estaria na feira seu coração disparou. Apesar disso ela conta que orou a Deus falando do sonho de ter ele como fotógrafo do seu casamento.  E assim aconteceu:  “ele e a Mai arrasaram, as fotos ficaram incríveis com a nossa cara.  Sabe aquela frase que diz “Relembrar é reviver”? É real, e com certeza quando olharmos nossas fotos vamos lembrar dos momentos lindos que vivemos no nosso grande dia” conta Letícia.

Neste sentido, eles seguiram contratando os profissionais e a próxima foi a decoradora Eliandra Schneider da Decor Festas expositora de nosso evento também. Bem, o casamento foi planejado e estava marcado para o mês de maio com uma lista de aproximadamente 200 convidados, quando iniciou a pandemia no Brasil no mês de março.

A execusão

Além disso,  vieram os decretos de isolamento social a determinação para fechar os templos. Contudo, apesar de ter ficado um pouco ansiosa, Letícia conta que independente do que ocorresse não cogitava adiar o sonho, pois estavam com a fé firmada em Deus e acreditavam que tudo daria certo.

Posteriormente, com a reabertura dos templos começaram as alterações e readequaram a lista para apenas 30 convidados. O projeto da decoração manteve-se e no próprio templo a decoradora montou o cenário para as fotos.  Segundo Letícia: “A decoração  maravilhosa, feita pelas mãos da Eliandra nos deixou muito feliz. Tínhamos uma proposta estilo boho e ficou muito melhor do que eu poderia imaginar, foi  exatamente do nosso jeitinho.”

casamento durante a pandemia

casamento durante a pandemia

Da mesma forma, quando questionada sobre como foi o grande dia Letícia diz que foi lindo, maravilhoso e  emocionante. Com toda a certeza um marco para o casal, onde viveram e aproveitaram cada momento, além disso,  são muito gratos a Deus pela bondade para com eles.

Por fim, para casar durante a pandemia é necessário readequar o projeto  de acordo com o cenário atual. Uma cerimônia na igreja com recepção em restaurante, uma pequena cerimonia em casa ou até mesmo um “casamento a dois” com transmissão para os convidados são algumas das soluções. Entretanto, o foco precisa estar no propósito do casamento e  não somente no sonho, pois o sonho é muito amplo e impede os noivos a enxergarem uma saída que seja compatível a eles.

Fotos de Junior Alm